Antes de fazer o teste


Já existe tratamento para HIV?

Conhecer seu estado em relação ao HIV é importante para proteger sua saúde, a de sua família e a das pessoas com quem você convive. Fazendo o teste, independentemente do resultado, você ajuda a impedir a propagação do vírus HIV.

Já existem tratamentos efetivos, disponíveis gratuitamente, que reduzem a carga do HIV no organismo a níveis muito baixos, a ponto de proteger a saúde da pessoa infectada e evitar a transmissão do vírus para outras pessoas, inclusive durante relações sexuais. Hoje em dia, os indivíduos que vivem com HIV estão levando uma vida saudável, plena e produtiva. A chave para isso é descobrir seu estado sorológico de forma precoce e buscar atendimento médico para início do tratamento.

Por que é tão importante fazer o teste com regularidade?

O crescimento no número de novos casos de infecção representa sérios riscos à saúde. Segundo dados do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS), no final de 2018 havia 37,9 milhões de pessoas vivendo com HIV no mundo. Cerca de 8,1 milhões destas pessoas não sabiam que estavam vivendo com o HIV. (https://unaids.org.br/estatisticas/)


No Brasil, o Ministério da Saúde estima que 135 mil pessoas vivam com HIV sem saber. A maioria dos novos casos ocorre entre jovens de 20 a 34 anos, mas pessoas de todas as idades são vulneráveis à infecção. (http://www.aids.gov.br/pt-br/pub/2019/boletim-epidemiologico-de-hivaids-2019)


O fato é que o HIV é evitável e você pode se prevenir e ajudar a reduzir o risco de infecção. A detecção precoce do HIV e o tratamento imediato são as melhores formas para se obter bons resultados. Os avanços nas opções de diagnóstico e tratamento do vírus possibilitam viver e conviver com o HIV sem desenvolver doenças.

Quem está em risco de exposição ao HIV?

Homens e mulheres que fazem sexo sem proteção; pessoas que compartilham seringas; bebês de mães vivendo com HIV (na gravidez, parto ou via amamentação); profissionais de saúde, via contato com sangue infectado ou com instrumentos cortantes não esterilizados.

Se você foi exposto a uma situação de risco, faça o autoteste após 90 dias. Repita o teste regularmente.

Quando fazer o teste para HIV?

Todas as pessoas devem fazer o teste com regularidade. A Organização Mundial da Saúde recomenda que as pessoas expostas a qualquer situação de risco sejam testadas anualmente para o HIV. Algumas dessas situações incluem:

  • Sexo vaginal sem camisinha
  • Sexo anal sem camisinha
  • Sexo oral sem camisinha
  • Uso de seringa por mais de uma pessoa
  • Transfusão de sangue contaminado
  • Da mãe infectada para seu filho durante a gravidez, no parto e na amamentação
  • Uso de instrumentos que furam ou cortam não esterilizados

Se você foi exposto a uma situação de risco, faça o autoteste após 90 dias. Repita o teste regularmente.